Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TUCANOS
“INOPORTUNA”, DIZ MARDEN SOBRE FALA DE FIRMINO

DEPUTADO CONTRARIA FIRMINO, DIZ QUE PESQUISAS SÃO IRRELEVANTES PARA DEFINIR CANDIDATURA E CRITICA DECLARAÇÃO DO PREFEITO

19/02/2018 12:33 - Atualizado em 19/02/2018 16:43

Tucano discordou do prefeito Firmino (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) não gostou da declaração do prefeito Firmino Filho em que o gestor da capital defende a adoção de pesquisas como critério para definir o candidato do PSDB ao governo. Na avaliação de Marden, a fala do prefeito é inoportuna, pois o partido tem um pré-candidato percorrendo o Piauí, que é o deputado Luciano Nunes.

"O partido tem um pré-candidato e esse pré-candidato é o deputado Luciano Nunes. Ele é uma realidade, tem sido muito bem aceito não só na classe política, mas em todo o estado, na classe média, nos formadores de opinião e na população, pois há um percentual muito grande de piauienses que anseiam por um novo modelo de gestão. Eu não vi essa declaração, mas se ela ocorreu creio que ela é inoportuna diante dos fatos e do que nós estamos vivendo. No ano passado se falava muito da expectativa do surgimento de nomes e o nome do Luciano surgiu de maneira espontânea. Ele está decidido", falou.

Marden lembrou que os deputados do PSDB foram até Firmino em 2017 saber se ele tinha a intenção de se candidatar e a resposta foi que isso seria praticamente impossível. Dessa forma, o deputado diz que o mínimo que se espera de Firmino é que ele "apoie decididamente" o nome de Luciano Nunes, pois é ele o pré-candidato do partido. "De uma coisa não há a menor dúvida. O pré-candidato do PSDB e das oposições hoje ao governo do Estado se chama Luciano Nunes, um grande nome e um dos melhores perfis do Piauí", falou.

CRÍTICA SOBRE PESQUISAS
Marden ainda criticou as discrepâncias e questionou a credibilidade das tantas pesquisas realizadas pelos institutos piauienses. 

"Com relação às pesquisas, há pesquisas e pesquisas. Tem pesquisas de todo jeito no Piauí. Nas últimas eleições chegou-se ao ponto de cada instituto apontar um candidato diferente que ganharia as eleições. A bem da verdade, são raros os casos em que elas estão acertando. Não é desqualificando os institutos, mas é preciso saber interpretar as pesquisas", diz.

Ao contrário do que disse Firmino, Marden afirma que as pesquisas não se constituem relevantes para as definições do partido sobre candidatura ao governo.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
PROJETO DERRUBADO
CÂMARAS REJEITAM RECURSOS FESTEJADOS POR CIRO
CÂMARAS REJEITAM RECURSOS FESTEJADOS POR CIRO
IMPORTANTE!
AUDIÊNCIA VAI DISCUTIR SITUAÇÃO DA LINHA FÉRREA
AUDIÊNCIA VAI DISCUTIR SITUAÇÃO DA LINHA FÉRREA
ELEIÇÃO ALEPI
WELLINGTON VAI INTERVIR PELO CONSENSO
WELLINGTON VAI INTERVIR PELO CONSENSO
RECONHECIMENTO
REPÓRTER FOTOGRÁFICO JAILSON SOARES É PREMIADO
REPÓRTER FOTOGRÁFICO JAILSON SOARES É PREMIADO