Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TRIBUNAL DE JUSTIÇA
ERIVAN LOPES REELEITO

O DESEMBARGADOR FOI FOI REELEITO PARA UM MANDATO TAMPÃO QUE VAI DO DIA 01 DE JUNHO ATÉ 06 DE JANEIRO DE 2019

21/05/2018 11:22 - Atualizado em 21/05/2018 12:06

Desembargador foi reeleito no TJ-PI (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Na manhã desta segunda-feira (21), o desembargador Erivan Lopes foi reeleito para a presidência do Tribunal de Justiça do Piauí. Ele era candidato único e, com a reeleição, prorroga o mandato por mais sete meses, entre 1º de junho e 6 de janeiro de 2019.  

A eleição teve duas abstenções, dos desembargadores Francisco Antônio Paes Landim e Edvaldo Moura. Eles não concordam com a reeleição e vão tentar anular o pleito no Supremo Tribunal Federal (STF). Os dois questionam a legalidade de um atual presidente poder concorrer à reeleição para o mandato tampão.

Segundo Erivan Lopes, a reeleição foi uma decisão conjunta do Tribunal. "Não foi nenhum planejamento meu, foi o próprio Tribunal, respeito muito as decisões do meu Tribunal… Eu apenas cedi a este anseio dos desembargadores, que viram resultado. 17 desembargadores do Tribunal do Estado do Piauí aclamaram essa disposição do Tribunal de dar continuidade à gestão por um período maior de sete meses, com o propósito de igualar o ano civil ao mandato, para que o próximo gestor possa pegar um orçamento novo", afirma. 

Segundo o desembargador, será dada continuidade ao que já vem sendo feito no mandato atual. "Nós vamos dar seguimento aquilo que já vínhamos fazendo desde o início da gestão, investimento em recursos humanos, investimento em tecnologia de informação e investimento na estrutura física dos nossos fóruns", ressalta.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO