Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DEFENSORIA PÚBLICA: SE PAGAR O 13º, CORTA INTERNET

CHEFE DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO ALEGA CARÊNCIA DE RECURSOS PARA O ÓRGÃO E FALA QUE PAGAMENTO DO 13º SALÁRIO PODE NÃO ACONTECER

03/12/2019 16:44 - Atualizado em 03/12/2019 17:10

Erisvaldo relata crise enfrentada na DPE (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Após participar nesta terça-feira (3) de audiência pública que discutiu a divisão do orçamento para 2020, o defensor público geral do Piauí, Erisvaldo Marques, fez uma revelação preocupante. Segundo ele, o pagamento do 13º salário dos servidores e dos próprios defensores públicos está comprometido pela carência de recursos repassados à instituição.

Conforme Erivaldo, se pagar o 13º não haverá como custear serviços básicos como o de internet, algo essencial no funcionamento do órgão. Segundo ele, a Defensoria pode parar.

"Está sim [comprometido o 13º]. No ano passado, para que fosse pago o 13º, atrasou o custeio. E se for atrasar ainda mais o custeio para pagar 13º a gente vai deixar de pagar internet. Deixando de pagar internet a Defensoria para no dia seguinte", contou.

O governador Wellington Dias e Erisvaldo Marques (Foto: Divulgação/DPE-PI)

Erisvaldo focou na internet, mas ressaltou que existem outros custeios que deixarão de ser pagos caso faça opção pelo pagamento do 13º. O orçamento da Defensoria Pública do Estado atualmente é de R$ 87 milhões, mas a direção do órgão afirma que é necessário orçamento de R$ 95 milhões para que a DPE honre com seus compromissos básicos.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
EX-PRESIDENTE DO SINTE SERÁ CANDIDATA PELO PT
EX-PRESIDENTE DO SINTE SERÁ CANDIDATA PELO PT
“TEMOS QUE COLOCAR O NOME À DISPOSIÇÃO”
“TEMOS QUE COLOCAR O NOME À DISPOSIÇÃO”
“GOVERNO DO ESTADO DEVE E TEM QUE PAGAR”
“GOVERNO DO ESTADO DEVE E TEM QUE PAGAR”
UNIDOS PELO AMOR
UNIDOS PELO AMOR