Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DEBATE
AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE CAOS NA UESPI

REUNIÃO PROPOSTA POR DEPUTADOS ESTADUAIS DA OPOSIÇÃO CONTOU COM A PRESENÇA DE GOVERNISTAS E REPRESENTES DE VÁRIAS ENTIDADES

01/04/2019 13:34 - Atualizado em 01/04/2019 14:05

Sala da CCJ ficou lotada durante audiência (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Uma audiência pública proposta pela deputada estadual Teresa Britto (PV) reuniu entidades nesta segunda-feira (1º) na Assembleia Legislativa do Piauí. O objetivo do encontro foi discutir a situação precária da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), cujos professores estão em greve por falta de reajuste salarial e em protesto contra o sucateamento da instituição.

A audiência contou com a presença do reitor da Uespi, professor Nouga Cardoso, do promotor Fernando Santos do Ministério Público do Estado do Piauí, de representante da OAB-PI, de professores e alunos da universidade. De acordo com a deputada Teresa Britto, a Uespi necessita urgentemente da liberação de recursos e o governador Wellington Dias (PT) precisa tomar uma providência logo para evitar tamanho descaso.

"Se ele [governador] liberar a dotação orçamentária prevista e também os recursos das emendas dos deputados estaduais, a Uespi terá como andar. Da forma como está não tem como ela funcionar. A greve está existindo porque a instituição não tem como funcionar. Nós estamos solicitando que ele libere os recursos das emendas e os recursos previstos no orçamento estadual. Além disso, que ele trabalhe na busca de recursos externos", falou.

Teresa Britto cobra atitude do governo (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Conforme a deputada, a dotação orçamentária destinada atualmente à Uespi não obedece ao que ficou previsto no Orçamento Anual do Estado aprovada pela Assembleia. "Existe uma dotação orçamentária que foi definida e ela é proveniente de arrecadação. Está dentro do Orçamento Anual do Estado. A Uespi tem uma dotação própria que deve ser liberada pelo governo estadual através da Secretaria de Fazenda", completou a deputada.

REITOR PEDE ATENÇÃO DO GOVERNO
O reitor da universidade, professor Nouga Cardoso, destacou a importância das demandas da comunidade acadêmica serem discutidas na Assembleia. Ele relatou problemas na instituição e cobrou atenção do governo estadual para as necessidades da Uespi. Nouga destacou ainda que a legislação permite que o Estado conceda o aumento para os docentes mesmo diante do extrapolamento do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Reitor cobra atenção do governo estadual (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Do ponto de vista do funcionamento, a Uespi carece de uma atenção muito grande por parte do governo do Estado e dos poderes constituídos. Queremos que em 2019 haja um aporte maior de recursos financeiros para a universidade, para que ela possa dar conta da assistência estudantil e da oferta de disciplinas que os alunos precisam cursar. O que se sabe é que a Lei de Responsabilidade Fiscal exclui saúde e educação. Ou seja, o governo pode sim fazer complementação de recursos nessas áreas não demandando cortes", falou.

Com base nisso, o reitor quer a Procuradoria Geral do Estado dê pareceres favoráveis para que o Governo conceda os aumentos salariais com segurança jurídica. Desde o início do ano, a gestão estadual tem afirmado repetidamente que está impedida de dar reajuste para os docentes por conta do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os deputados Limma e Franzé na audiência (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

LÍDER DO GOVERNO NÃO DESCARTA
O líder do governo na Alepi, deputado Francisco Limma (PT), afirmou que a partir do debate é possível avançar em algumas pautas. Sobre o fato da LRF excluir áreas como saúde e educação do impedimento de se conceder reajuste, o parlamentar admitiu que a Secretaria de Administração está fazendo uma consulta jurídica à PGE.

"A Secretaria de Administração está consultando a Procuradoria Geral do Estado para ver se esse quadro se encaixa nas exceções da Lei de Responsabilidade Fiscal", afirmou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
MUDANÇA
JOAQUIM DO ARROZ ANUNCIA DESFILIAÇÃO DO PRP
JOAQUIM DO ARROZ ANUNCIA DESFILIAÇÃO DO PRP
ATRITO
PEGOU OU NÃO PEGOU CARONA NO PROJETO?
PEGOU OU NÃO PEGOU CARONA NO PROJETO?
ESFRIOU
O JEITO É FALAR DA BR-222
O JEITO É FALAR DA BR-222
BEM DIRETO
“NÃO TEMOS INTERESSE NELE”
“NÃO TEMOS INTERESSE NELE”