Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ELE CAMINHA PARA A CANDIDATURA

SCHEYVAN LIMA ASSUME PRESIDÊNCIA DA FUNDAÇÃO WALL FERRAZ E ADMITE QUE TRABALHO NA PASTA PODE IMPULSIONAR CANDIDATURA A VEREADOR

29/04/2019 16:00 - Atualizado em 29/04/2019 16:19

Scheyvan é braço direito de Evaldo Gomes (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O suplente de vereador Scheyvan Lima (Solidariedade) tomou posse nesta segunda-feira (29) na presidência da Fundação Wall Ferraz, pasta da gestão municipal em Teresina. A chegada dele ao cargo é resultado da aliança política e administrativa entre o deputado estadual Evaldo Gomes (Solidariedade) e o prefeito da capital Firmino Filho (PSDB).

Scheyvan é uma das figuras mais próximas de Evaldo e sua ida indicação para a Fundação Wall Ferraz deve impulsionar uma candidatura a vereador em 2020. Nos bastidores, sabe-se que Scheyvan será o candidato de Evaldo. Questionado pelo Política Dinâmica sobre a candidatura, ele afirmou que "está a caminho disso" e pronto para mais uma disputa.

"Eu sou o segundo suplente de vereador da coligação atualmente. Já disputei três eleições de vereador e então é natural que eu tenha uma quarta candidatura. Mas não me sinto mais obrigado a ser candidato. Estou a caminho disso, mas sem nenhuma obrigação de ser candidato. Mas posso dizer que meu nome está à disposição do partido", falou.

Evaldo Gomes e Scheyvan durante a posse na Fundação (Foto: Divulgação/Assessoria)

Nas eleições de 2016, Scheyvan teve 3.046 votos. Ele destacou que sempre esteve presente nos movimentos comunitários e por isso está preparado para a disputa. "A minha história política foi marcada por comportamentos partidários e coletivos. Não seria diferente agora no Solidariedade. Eu sou um homem de partido, pronto para sair candidato", avisou.

Apesar disso, Scheyvan também considera a hipótese de não se candidatar e se dedicar à montagem de uma grande chapa de candidatos a vereador, que é o principal objetivo do Solidariedade para as eleições municipais do próximo ano em Teresina. "A decisão de ser candidato ou não em 2020 não está acima das decisões partidárias coletivas", frisou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
UM NOME FORA DA CURVA
UM NOME FORA DA CURVA
W.DIAS FALA SOBRE BRIGA DE ASSIS E BOCAS PRETAS
W.DIAS FALA SOBRE BRIGA DE ASSIS E BOCAS PRETAS
“LULA TEM O DIREITO DE AMAR E SE APAIXONAR”
“LULA TEM O DIREITO DE AMAR E SE APAIXONAR”
MP ABRE PROCEDIMENTO NO CASO NAILER CASTRO
MP ABRE PROCEDIMENTO NO CASO NAILER CASTRO