Coluna Gustavo Almeida
  • terça, 27 de agosto de 2019, às 16:03h

    Ronney Lustosa e Valter Brito no evento (Foto: Divulgação/Assessoria)

    O Democratas empossou na manhã desta terça-feira (27) a nova Comissão Provisória do partido em Teresina. O filiado Valter Brito assumiu a direção municipal em evento que contou com a presença de algumas lideranças políticas. Na ocasião, também foi lançado o Prêmio José Raimundo Bona Medeiros, que homenageia o ex-governador do Piauí.

    No evento, o presidente estadual da legenda, ex-vice-prefeito de Teresina Ronney Lustosa, afirmou que a orientação nacional é ter candidatura própria, mas o DEM segue tendência de apoiar o candidato do prefeito Firmino Filho (PSDB). O partido faz oposição ao governo de Wellington Dias (PT) no Estado e descarta aliança com o Karnak na disputa municipal.

    "O partido tem orientação nacional de ter candidatura própria. Essa é uma das missões da executiva. Vamos lançar nomes para crescer o partido. Conversamos com a oposição, mas percebemos que o Palácio de Karnak faz estratégia de lançar vários nomes, separar e dominar o Piauí. O Palácio da Cidade é o último bastião da oposição. Vamos tentar viabilizar a candidatura, não podemos aceitar que o governo do Estado também fique com a prefeitura. Não aceitaremos isso", destacou.

    Luciano Nunes lembrou que o DEM é aliado (Foto: Reprodução/Facebook Luciano)

    O ex-deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) prestigiou a posse dos novos dirigentes democratas e comentou numa rede social. "É uma satisfação participar desse evento, tendo em vista que o Democratas tem importantes lideranças no nosso Estado, é parceiro na oposição e acredito na permanência dessa parceria para as próximas eleições", escreveu.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • terça, 27 de agosto de 2019, às 7:38h

    Nixon teve conversa com Evaldo Gomes na Alepi (Foto: Divulgação/Assessoria Evaldo)

    Na segunda-feira (26), o tenente-coronel Nixon Frota, ex-comandante do 25º Batalhão de Caçadores, se reuniu com o deputado estadual Evaldo Gomes, presidente estadual do Solidariedade. No encontro entre o parlamentar e o militar, a pauta foi política. A eleição municipal de 2020 em Teresina foi colocada à mesa.

    Desde o começo do ano, o nome de Nixon tem sido ventilado para uma possível candidatura a prefeito. Por enquanto, ele não fala abertamente sobre o tema, já que está na ativa como militar do Exército, situação que deve mudar até o fim do ano com a ida para a reserva. Hoje, Nixon se divide entre Teresina e Brasília na condição de assessor no Ministério da Justiça.

    Nos últimos meses, ele tem se reunido com vários dirigentes partidários. Apesar de não ter experiência política, a figura do coronel desperta interesse. Há poucos dias, ele foi contactado também pelo vice-presidente nacional de um grande partido. O dirigente colocou a legenda à disposição do militar no Piauí e, caso ele aceite, assumiria o comando.

    Embora ainda não seja um nome conhecido da grande população, há quem enxergue no militar um nome com características para uma disputa eleitoral. Com atuação reconhecida no comando do 25 BC, onde aproximou a instituição da comunidade e aperfeiçoou a operação pipa no Piauí, Nixon ainda atenderia ao anseio pelo novo. Além disso, é da área da segurança pública, um grande clamor na sociedade na atualidade.

    Pessoas do entorno do militar estão engajadas na ideia.

    Joninha vai ter encontro com Marcelo Castro (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    NEGÓCIO BOM

    O vereador Joninha (Avante) vai se reunir com o senador Marcelo Castro (MDB) na próxima quinta-feira (29) na sede do MDB. O parlamentar recebeu ligação do senador na manhã da segunda-feira (26) quando estava na Câmara Municipal de Teresina. Na ligação, ele chegou a dizer para Marcelo que queria conversar porque "tenho um negócio bom pra nós".

    EMENDAS

    Após a ligação, Joninha disse que a conversa com Marcelo terá como assunto principal a liberação de emendas para obras nos bairros onde ele tem maior atuação na capital. O vereador quer R$ 5 milhões liberados pelo senador. Eles são aliados há um bom tempo.

    Jeová Alencar vê projeto de PPP com cautela (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    PODE TER VETO

    O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar (PSDB), disse que o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) dos terminais e estações de ônibus pode ser vetado na Câmara. O vereador diz que não é contra PPP, mas se mostra cauteloso com o risco de jogarem mais uma conta para a população. O projeto ainda será analisado na Casa.

    FOI UM RECADO

    O deputado estadual Henrique Pires (MDB) disse que continua com a pré-candidatura dele a prefeito da capital. Ao argumentar os motivos, ele afirmou que a população hoje em dia está exigente e cobra candidatos que sejam preparados e que tenham conhecimento. Muita gente entendeu esse trecho como um recado para alguns setores do MDB.

    Mãe do prefeito Murilo morreu aos 87 anos (Foto: Arquivo da Família)

    LUTO EM CORRENTE

    Foi sepultada na tarde da segunda-feira (26) em Corrente, no extremo Sul do Piauí, a mãe do prefeito Murilo Ribeiro. Dona Euza Mascarenhas da Silva Ribeiro teve uma parada cardiorrespiratória e morreu em casa por volta das 23h do último domingo. Ela tinha 87 anos.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 26 de agosto de 2019, às 14:36h

    Protesto com caixão em frente à Assembleia (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi) fizeram um protesto nesta segunda-feira (26) em Teresina. Eles denunciam a situação precária em que o órgão se encontra no Estado e cobram providências do governador Wellington Dias (PT). O protesto passou em frente à Assembleia Legislativa e seguiu em direção ao Palácio de Karnak.

    Na manifestação, um dos carros levava um caixão simbolizando o cortejo fúnebre da Adapi. O veículo ainda continha adesivo com o nome "Funerária Pax Dias", em alusão ao governador. Protestos também estavam previstos para acontecer nesta segunda em outras cidades.

    Protesto ironizou a gestão de Wellington Dias (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Os servidores reivindicam melhores condições de trabalho, pagamento de diárias e horas extras, veículos para deslocamentos em fiscalizações de defesa, estruturação das unidades da Adapi na capital e no interior e uma série de outras melhorias na pasta. A situação da Adapi também tem sido denunciada pela oposição na Assembleia Legislativa.

    Servidores fizeram cortejo e buzinaço na Alepi (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A reportagem do Política Dinâmica procurou a direção da Adapi para comentar sobre as manifestações dos servidores, mas até a publicação da matéria não houve retorno.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 26 de agosto de 2019, às 13:47h

    Parlamentar do MDB cobra nome com preparo (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    O deputado estadual Henrique Pires afirmou nesta segunda-feira (26) que não retira a pré-candidatura dele a prefeito de Teresina. Embora o nome de Dr. Pessoa já seja considerado prego batido por setores do MDB, Pires mantém o seu na pista. Ele defende a realização de mais pesquisas, inclusive qualitativas, para que o nome do partido seja definido.

    "Defendo que o MDB continue realizando pesquisas. O MDB tem que continuar ouvindo os anseios da população para poder definir a candidatura a prefeito de Teresina e meu nome continua à disposição. Nós vamos fazer pesquisas tanto quantitativas quanto qualitativas. Eu acho importante quando o presidente estadual Marcelo Castro sempre fala dos nomes que estão à disposição do partido", disse o parlamentar estadual.

    POPULAÇÃO COBRA CANDIDATO COM PREPARO
    Ao contrariar setores do MDB que já veem o nome de Dr. Pessoa como definido, Henrique argumenta que hoje em dia a população está mais exigente e cobra preparo e conhecimento dos candidatos. Para ele, esse é um ponto importante na hora de definir uma candidatura.

    "Hoje, quando vai estreitando para a reta final, a população cobra [do candidato] preparo e conhecimento dos temas de interesse direto dela. Por isso que eu, mesmo sendo deputado estadual, trago pautas nacionais para cá. Quando trazemos os que estão fazendo a reforma tributária na Câmara, a gente está preocupado com o cidadão teresinense", exemplificou.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 26 de agosto de 2019, às 7:57h

    Jeová tem sido peça importante na oposição (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Em 2017, o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) perdeu um importante aliado. Jeová Alencar, vereador mais bem votado nas eleições de 2016 e presidente da Câmara, deixou a base do tucano. Insatisfeito com uma articulação do vereador para viabilizar sua reeleição na presidência do Legislativo Municipal, Firmino passou a encará-lo como adversário.

    A insatisfação é compreensível, mas perder o apoio de Jeová foi um equívoco. O fato de ter o presidente da Câmara como opositor já seria um dano, mas esse não é o maior problema, já que a base de Firmino é esmagadora. Além disso, Jeová, na função de presidente de um poder, tem preferido não impor dificuldades relevantes para a gestão de Firmino.

    O grande problema está na questão eleitoral. Hoje, Jeová é um vereador bem articulado, conhece as comunidades e sabe exatamente onde estão os votos. Além disso, adquiriu expertise para navegar bem nos bastidores. Tê-lo como aliado numa eleição municipal é importante. Jeová, aliás, também tem bom trâmite com vereadores aliados do prefeito.

    Jeová se tornou grande aliado de Themístocles (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Hoje ligado ao deputado estadual Themístocles Filho (MDB), um desafeto de Firmino, o vereador tem sido crucial na empreitada para consolidar a pré-candidatura de Dr. Pessoa a prefeito da capital. É bem provável que se não tivesse perdido Jeová em 2017, Firmino navegaria em mares mais tranquilos e evitaria certos riscos à sua base, já que o vereador é visto como alguém que pode ajudar a oposição a cooptar alguns nomes da base do tucano.

    Na vida e principalmente na política, às vezes é preciso engolir sapos para evitar problemas. Se Firmino tivesse optado por manter Jeová na base, ainda que insatisfeito com a reeleição dele na presidência da Câmara, talvez não tivesse certos empecilhos no cenário da sucessão. Perder Jeová e deixá-lo à disposição do adversário foi, sem dúvida, prejudicial. Ao final de 2020, o prejuízo pode ser sanado, mas pode, também, desencadear numa perda maior.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • segunda, 26 de agosto de 2019, às 7:17h

    Dr. Pessoa acredita no apoio de Lobão e Júnior (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Pré-candidato a prefeito de Teresina pelo MDB, Dr. Pessoa mantém esperanças de ter o apoio de dois emedebistas: o atual vice-prefeito Luiz Júnior e o vereador Luiz Lobão. Embora sejam seus colegas de partido, os dois políticos são alinhados com o prefeito Firmino Filho (PSDB).

    Nos bastidores, Lobão não esconde que seu palanque será o do prefeito. Já Luiz Júnior, que foi lançado na política mafrense pelo deputado estadual Themístocles Filho (MDB), artífice da pré-candidatura de Dr. Pessoa, encontrou sombra mais agradável ao lado de Firmino.

    Lobão e Júnior, aliás, vislumbram mudar de partido até as eleições de 2020. Mesmo assim, Dr. Pessoa tem dito que espera ter o apoio dos dois na sua segunda tentativa de se eleger prefeito da capital. A tarefa é dificílima, mas esperança é algo que todo candidato precisa ter.

    Deputada denuncia maquiagem durante visita (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    MAQUIAGEM

    A deputada estadual Teresa Britto (PV) denuncia "maquiagem" durante visita da Comissão de Saúde da Assembleia ao Hospital Regional de São Raimundo Nonato. Ao Política Dinâmica, ela disse que "a maquiagem foi grande" e classificou a situação como absurdo. Segundo ela, levaram coisas da UPA para os deputados verem no hospital. Os detalhes você vai ver no PD.

    IMPORTÂNCIA DA OPOSIÇÃO

    As visitas da Comissão de Saúde, comandada em sua maioria pela oposição, tem sido uma pedra no sapato do governo. Onde os deputados chegam é um alvoroço. Gestores dos hospitais correm para arrumar bagunça e moradores se mobilizam para denunciar descasos. Era importante que outras comissões saíssem pelo Piauí assim como tem feito a de Saúde.

    Marcelo e Wilson superaram brigas de 2018 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    ÁGUAS PASSADAS

    Na última quinta-feira, no evento em que Dr. Pessoa se filiou ao MDB, o ex-governador Wilson Martins (PSB) e o senador Marcelo Castro (MDB) apertaram as mãos. Não foi a primeira vez que eles fizeram isso após as eleições de 2018, mas ainda faz a gente lembrar das farpas que trocaram naquele pleito. Num debate na TV, Wilson chamou Marcelo de "babão e puxa-saco".

    CANDIDATO

    No mesmo evento, Wilson relatou que algumas pessoas têm lhe alertado que não é vantagem para o PSB apoiar a candidatura majoritária do MDB em Teresina, já que fortaleceria uma possível candidatura de Marcelo Castro ao governo em 2022. Wilson não vê problema nisso e afirmou que já tem defendido o nome de Marcelo para governador em pleitos anteriores.

    Atuação de ministro tem sido elogiada pela classe política (Foto: Divulgação/Assessoria)

    BEM AVALIADO

    Se tem um ministro que tem sido bem avaliado no governo de Jair Bolsonaro, o nome dele é Tarcísio Freitas, da Infraestrutura. A pasta é uma das que tem dado os melhores resultados. Em discurso no Senado, o senador Elmano Férrer, do Piauí, foi mais um a fazer elogios. "Quem o conhece não se surpreende com o sucesso em sua gestão. Os avanços conquistados no Ministério da Infraestrutura nestes poucos meses de Governo são vários", disse o senador.

    PRÉ-CANDIDATO

    O empresário José Arimatéa Fortes Carvalho, conhecido como Ari Peças, se filiou ao PTC. Ele é pré-candidato a vereador em Teresina e tem atuação empresarial na região da Pedra Mole. No fim de semana ele se reuniu com o presidente estadual do partido, Gustavo Henrique, quando acertou a filiação e se colocou à disposição para concorrer a uma cadeira na Câmara.

    EXPULSÃO

    Lideranças do PSDB de São Paulo seguem com a intenção de expulsar do partido o deputado federal Aécio Neves, de Minas Gerais. Os tucanos vão apresentar recurso à Direção Nacional para tirar o parlamentar dos quadros da legenda. Aécio bateu na trave em 2014 e por muito pouco não foi eleito presidente da República. Hoje, vive a pior fase de sua carreira política.

    Ex-governador Zé Filho é assíduo nas redes sociais (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    ENXERGANDO OS CRETINOS

    À poucos meses de completar 50 anos de idade, o ex-governador do Piauí Zé Filho (PSDB) fez uma postagem bastante chamativa neste fim de semana em uma de suas redes sociais. A postagem contém os seguintes dizeres: "Chegar aos 50 anos tem vantagens e desvantagens... Não enxergamos as letras de perto, mas enxergamos os cretinos de longe".

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sexta, 23 de agosto de 2019, às 13:17h

    Líder da oposição aponta falhas em hospital (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Os membros da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Piauí estiveram na quinta-feira (22) no Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato, a 530 km de Teresina.  No local, os parlamentares detectaram algumas falhas consideradas por eles como graves e ainda desconfiaram do cheiro de tinta nas paredes.

    "Já sabem que a gente vai e por isso estava lá o cheiro de tinta que não podia nem encostar nas paredes. O hospital todo pintadinho, mas tinha acabado de ser feito", contou o deputado Gustavo Neiva, líder da oposição na Assembleia e membro da Comissão de Saúde.

    OUTROS PROBLEMAS
    A situação do hospital não é precária como alguns outros, mas a comissão encontrou problemas sérios. Gustavo Neiva disse que não existe escala médica fechada toda semana, que falta ortopedista e obstetra alguns dias da semana. Ele relata também que não há cirurgião geral a semana inteira e que a unidade não tem anestesistas todos os dias. Além disso, mencionou a existência de camas velhas e com defeito.

    DOIS MESES DE ATRASO
    A comissão descobriu ainda que trabalhadores estão com os pagamentos de abril e maio atrasados. O atraso, segundo os deputados, se deu por causa da mudança de administração do hospital, que era da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fapiserh) e voltou para a Secretaria de Saúde. A Fapiserh deixou a dívida e a Sesapi não pagou.

    Exceto esses dois meses que ficaram para trás, os demais pagamentos de funcionários e fornecedores estão em dia, conforme a direção do hospital disse aos deputados estaduais.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • sexta, 23 de agosto de 2019, às 7:21h

    Wilson chamou atrasos de W.Dias de desastre (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Os ex-governadores Wilson Martins (PSB) e Zé Filho (PSDB) desmentiram afirmação do governador Wellington Dias (PT) de que os atrasos no cofinanciamento da saúde dos municípios tenha sido herdado ainda de suas gestões. Na quarta-feira, o petista admitiu que o repasse está vários meses atrasados [na verdade está mais de ano], no entanto, jogou a culpa em "gestões anteriores" que, segundo ele, deixaram o cofinanciamento já em atraso.

    O Política Dinâmica procurou os dois ex-gestores. Wilson Martins afirmou que deixou os repasses, tanto o da atenção básica como dos hospitais, totalmente em dia. Ele fez questão de lembrar, inclusive, que foi ele que criou o programa através de uma regulamentação. Wilson lamentou que o governo de Wellington Dias não esteja fazendo os repasses, classificou a situação como "um desastre" e ainda relatou uma situação que considera grave.

    Segundo ele, prefeitos lhe relataram que a gestão de Wellington está dando preferência a alguns municípios e pagando de acordo com pedidos de deputados e lideranças políticas, liberando a verba dois ou três meses para algumas prefeituras. "É uma coisa que deve ser tratada republicanamente e ser pago para todos. Isso é absolutamente lamentável", falou.

    Zé Filho diz que W.Dias não desce do palanque (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    A REAÇÃO DE ZÉ FILHO

    O ex-governador Zé Filho, que administrou o Estado de abril a dezembro de 2014, disse que a afirmação de Wellington é coisa de gente que não desce do palanque. Ele negou que tenha deixado o cofinancimento em atraso e ironizou. "Você conhece o Wellington Dias né? Ele não tem culpa de nada. Tudo foi os ex-governadores, mesmo ele estando no quarto mandato".

    ROBERT RIOS DEBOCHADO

    Poucos antes do evento de filiação de Dr. Pessoa ao MDB, um jornalista questionou o ex-deputado Robert Rios se ele não vai voltar à Polícia Federal como delegado, função da qual está aposentado por tempo de serviço desde 2009. Robert não titubeou na resposta e disse: "Se eu fosse ser delegado, você pode ter certeza que muita gente não estaria aqui hoje".

    DATA MARCADA

    Robert, que já foi Superintendente da Polícia Federal no Piauí, disse que tem até o dia 19 de setembro para resolver sua situação funcional junto à PF, instituição da qual é concursado e onde atuou por mais de 30 anos. Se não voltar até a data, ele não poderá mais retornar à PF.

    Vereador diz que é vítima de notícias falsas (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    FAKE NEWS

    O vereador de Teresina Inácio Carvalho (Progressistas) negou que tenha feito qualquer tipo de afirmação sobre uma possível saída dele do Progressistas. Segundo Inácio, informação divulgada na imprensa sobre o assunto é falsa. Ele afirma que, neste momento, todos os políticos estão dialogando com seus atuais partidos e com outras legendas, o que diz ser natural, mas nega que tenha falado em sair do Progressistas. "Nunca disse isso para ninguém. Estão colocando palavras na minha boca. São fake news", afirma o vereador.

    DEMOCRACIA É ISSO, MEU FILHO!

    Após falar que o apoio de Wellington Dias para sua campanha de prefeito em Teresina seria bem-vindo, o ex-deputado estadual Dr. Pessoa foi questionado pelo jornalista Marcelo Rocha, do site Parlamento Piauí, sobre qual a diferença do Wellington que ele criticava um ano atrás e o de agora. Com um certo incômodo ao ouvir a pergunta, ele emendou: "Democracia é isso, meu filho. Você é um jornalista inteligente. Nós discutimos os problemas do Estado, mas você não tem nenhum fala minha atingindo a família e a honradez do governador".

    MARCELO CASTRO GOVERNADOR

    O deputado estadual Themístocles Filho lançou o senador Marcelo Castro como candidato a governador em 2022. Durante evento de filiação de Dr. Pessoa ao MDB, ele se referiu a Marcelo lembrando de um episódio de 1985. "Na época, uma pessoa que não sei quem era chegou para mim e disse. 'Se o Wall ganhar a prefeitura, o Alberto é governador em 87'".

    Themístocles coloca Marcelo para 2022 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    EXPLICANDO A PREMONIÇÃO

    Em 1985, Wall Ferraz disputava a Prefeitura de Teresina pelo MDB, tendo Átila Lira como adversário. Em 1987 haveria eleições para governador e Alberto Silva era o candidato natural do MDB. Ou seja, o cidadão que falou com Themístocles previa que, se o MDB chegasse à Prefeitura, teria força para conquistar o governo do Estado na eleição seguinte.

    SE CUMPRIU

    De fato, Wall Ferraz venceu a eleição em Teresina pelo MDB e, dois anos depois, o partido elegeu Alberto Silva governador do Estado, numa acirrada disputa com Freitas Neto.

    QUEREM A REPETIÇÃO

    Ao relatar o episódio se dirigindo a Marcelo no evento, Themístocles quis deixar claro para ele que, se o MDB vencer a disputa em Teresina em 2020 com Dr. Pessoa, em 2022 também ganhará o governo com o senador. Ao ouvir, Marcelo não conseguiu esconder o sorrisinho.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quinta, 22 de agosto de 2019, às 19:44h

    O prefeito Danilo Martins, de Wall Ferraz, acerta filiação ao PSD e vai deixar o PSB

    O prefeito da cidade de Wall Ferraz, Danilo Martins, vai deixar o PSB e se filiar ao PSD. Filho do ex-deputado estadual Rubem Martins e sobrinho do ex-governador Wilson Martins, presidente estadual do PSB, Danilo acertou a mudança de partido. Ele esteve nesta quinta-feira (22) com o deputado Georgiano Neto, com quem iniciou as tratativas há alguns meses.

    Danilo está no segundo mandato como prefeito de Wall Ferraz, município localizado a 330 km de Teresina. Ele era vice-prefeito e assumiu o primeiro mandato em 2015 com a renúncia do então prefeito Adilson Pinheiro. Nas eleições de 2016, foi reeleito. A saída dele do PSB é mais uma baixa no partido comandado pelo tio Wilson Martins, maior líder político da família.

    JANDIRA MARTINS DEVE FAZER O MESMO
    Quem também deve fazer o mesmo caminho de Danilo é a irmã dele, a ex-prefeita do município de Santa Cruz do Piauí Jandira Martins, conhecida como Jandirinha. Ela ainda não fechou com o PSD, mas mantém tratativas para seguir os passos do irmão e deixar o PSB. Jandira é pré-candidata a prefeita de Santa Cruz do Piauí, o berço da família Martins.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quinta, 22 de agosto de 2019, às 14:45h

    Evento de filiação de Dr. Pessoa no MDB (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Dr. Pessoa agora é do MDB. O médico e ex-deputado estadual foi a grande estrela em evento de filiação realizado pelo partido nesta quinta-feira (22) no Cine Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí. Painel gigante dizendo que ele sabe "cuidar de gente", faixas de boas-vindas nas paredes, grupos levados para puxar aplausos e ovacioná-lo, discursos empolgados e promessas de vencer as eleições e tirar do poder o grupo político de Firmino Filho (PSDB).

    Quem chegava à Assembleia nesta quinta-feira sentia clima de convenção eleitoral, aquele evento em que candidatos são homologados e o clima de comício toma conta das lideranças e do público. Foi exatamente assim. Pessoa já apresentado como candidato a prefeito de Teresina, o homem que, na visão de lideranças do MDB, principalmente do deputado Themístocles Filho, vai quebrar a hegemonia tucana que já dura quase 30 anos na capital.

    Dr. Pessoa e Robert: chapa está formada (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Parecia tanto convenção que a chapa já estava completa, sendo mostrada aos eleitores. Dr. Pessoa entrou no Cine Teatro acompanhado do também ex-deputado estadual Robert Rios, apresentado como seu candidato a vice-prefeito. Oficialmente, eles são pré-candidatos, mas esse detalhe parecia pouco importar. O próprio Robert alardeava aos quatro cantos que será o vice. "Teresina precisa de solução e nós seremos os candidatos da solução", disse.

    Themístocles Filho era o maestro do evento. Desde que seu grupo foi expulso da base do prefeito Firmino Filho, o deputado se fixou na ideia de tirar os tucanos do poder e começou a articular uma chapa de oposição. O parlamentar está confiante e diz que Dr. Pessoa vencerá as eleições para prefeito de Teresina. "Nós vamos vencer a prefeitura porque Deus quer. Os teresinenses, homens e mulheres, desejam essa vitória do Dr. Pessoa e do Robert", falou.

    Dr. Pessoa festejado em evento de filiação (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Dr. Pessoa também já fala como candidato e, inclusive, garante que a chapa majoritária está consolidada, embora ainda falte um ano para as convenções. "Dr. Pessoa e Robert Rios em 2020 com certeza absoluta vão marchar juntos e vencer as eleições na cidade de Teresina. [A chapa] está mais do que consolidada, prego batido e ponta virada", falou o médico. Ele, inclusive, apontou que seria bem-vindo apoio do governador Wellington Dias (PT).

    "Eu só não quero o apoio daqueles que estão atolados no Lava Jato até a ponta do nariz. Esses aí eu não quero não. O governador é um homem honrado. Se dever alguma coisa, é a Justiça que vai resolver. Se ele me quiser, antes, durante e depois, eu com certeza absoluta aceitarei o apoio dele", falou complementando que as críticas que fazia a Wellington um ano atrás quando foi seu adversário não foram pessoais e nem atingiram a honra do petista.

    Pessoa já se apresenta com candidato (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    De agora em diante, Dr. Pessoa quer deixar tudo para trás. No Cine Teatro da Assembleia, ele só queria festa e empolgação para mais uma disputa majoritária. É uma nova empreitada onde o médico de 73 anos tentará evitar o velho desfecho de 2016 e 2018, quando disputou, foi bem votado, mas perdeu. Cercado de políticos que querem a prefeitura bem mais do que ele, o doutor já está em campanha. E nem adianta dizer que não, afinal, nem ele esconde.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quinta, 22 de agosto de 2019, às 7:06h

    Flávio Nogueira solicitou inclusão de obra situada no estado do Piauí (Foto: Wilson Filho)

    A Comissão Externa de Obras Inacabadas no Brasil, instalada pela Câmara dos Deputados no início de julho, já definiu onde será a primeira obra visitada: no Piauí. Os parlamentares federais vão verificar a situação da Vila Olímpica de Parnaíba, cidade do litoral do Estado.

    A inclusão da Vila Olímpica foi uma solicitação do deputado federal Flávio Nogueira (PDT), membro titular da comissão. O pedido foi acatado e ficou acertado que a obra será o primeiro alvo do grupo parlamentar. A data ainda será definida, mas não deve demorar.

    A Vila Olímpica de Parnaíba começou ser feita em 2012, no entanto, as obras paralisaram e a estrutura nunca foi concluída. Em 2018, um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) apontou graves irregularidades na obra, inclusive com suspeitas de corrupção.

    O objetivo da Comissão de Obras Inacabadas no Brasil é acompanhar e monitorar a conclusão das obras públicas paralisadas e inacabadas em todo o país. O grupo foi criado no Congresso Nacional a partir de um levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU) em 38 mil obras do país, que apontou quase 15 mil paralisadas. Nessas, foram gastos R$ 10 bilhões. Nas demais, o prejuízo é de R$ 130 bilhões que deixaram de ser investidos.

    SERRA DA CAPIVARA

    Na quarta-feira (21), Flávio Nogueira também teve requerimento de sua autoria aprovado para que membros da Comissão de Turismo da Câmara visitem o Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí. Os parlamentares farão uma visita ao parque no mês de setembro.

    Vereador repudia atitude da Prefeitura (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    HOMEM DO CEMITÉRIO

    O vereador de Teresina Joaquim do Arroz ainda não engoliu a postura da Prefeitura diante de uma audiência pública que ele propôs para discutir problemas de saúde e infraestrutura no bairro Mário Covas, Zona Sul. Primeiro, a direção da escola municipal onde seria a audiência se recusou a abrir o local. Segundo, a prefeitura mandou como representante um cidadão que se apresentou como gerente responsável pelos mercados e cemitérios na SDU Sul.

    HOMEM DO CEMITÉRIO 2

    Segundo Joaquim, o próprio homem foi honesto ao falar na audiência pública, que acabou sendo realizada de modo improvisado em uma quadra esportiva próxima. O representante da prefeitura admitiu, conforme relato do vereador, que não sabia de nada do que estava sendo tratado na audiência pública, mas disse que se precisassem de algum assunto sobre mercados ou cemitérios, ele estaria sempre à disposição dos vereadores e da comunidade.

    Projeto de Rejane Dias foi aprovado em comissão (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    MANDOU BEM, REJANE

    Um projeto de lei de autoria da deputada federal Rejane Dias (PT) que prevê redução do preço do leite especial infantil foi aprovado na Comissão de Seguridade Social da Câmara. O PL concede benefícios fiscais às empresas que fabricam ou comercializam leite hidrolisado no Brasil. Dessa forma, o preço final do produto será regulado e vai baixar nas prateleiras.

    MANDOU BEM, REJANE 2

    Conforme informações divulgadas pela deputada, atualmente uma lata de leite especial para alimentar uma criança por três dias custa em média R$ 400. Com o projeto, a intenção é reduzir o preço final, tanto na farmácia quanto também para o Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto teve como relator o deputado federal e ex-ministro da Saúde Ricardo Barros.

    Programa foi transmitido de dentro do Karnak (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    GOSTARAM

    Foram muitos os elogios ao primeiro TV Dinâmica, programa ao vivo que o Política Dinâmica transmitiu na terça-feira (20) de dentro do Palácio de Karnak. Na Assembleia Legislativa, alguns deputados, inclusive governistas, elogiaram o programa. O detalhe no comentário de todos, claro, foi a ousadia de se fazer jornalismo independente de dentro da sede do governo.

    PARAIBANIDADE

    Em coletiva de imprensa após o encontro do Consórcio Nordeste em Teresina, os governadores nordestinos reagiram a ataques do presidente Bolsonaro. O governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), foi o escolhido para responder às críticas. Ele disse que as falas de Bolsonaro só fazem aumentar o espírito de "paraibanidade" e "nordestinidade" da região.

    CARTA DE TERESINA

    Como resultado do encontro, foi elaborada a "Carta de Teresina". O documento vai expor, entre outras coisas, a preocupação dos governadores com as privatizações anunciadas pelo Governo Federal, como da Eletrobras, dos Correios e da Chesf. Rui Costa, da Bahia, disse que espera estudos sobre a melhoria desses serviços. O próximo encontro será em Natal.

    Nixon é cortejado para disputa na capital (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica.com)

    OLHA O CORONEL

    Com a filiação de Dr. Pessoa ao MDB nesta quinta (22), esfriou a intenção de Themístocles Filho de ter o coronel Nixon Frota no partido. No entanto, o convite que o presidente da Assembleia fez ao militar no início do ano foi suficiente para colocá-lo no cenário político de Teresina. Nixon Frota, ex-comandante do 25 BC, tem sido assediado por várias legendas para ser candidato a prefeito da capital. E ele anda mordido pela mosca azul.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 21 de agosto de 2019, às 14:54h

    Governador diz que herdou atrasos (Foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

    Em entrevista ao Política Dinâmica na terça-feira (20), o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura (PSD), disse que o governo do Piauí não paga o cofinanciamento da saúde aos municípios desde 2017, com exceção de alguns poucos meses.

    Nesta quarta-feira (21), o governador Wellington Dias (PT) admitiu que não tem conseguido fazer o repasse da verba, mas resolveu dividir a culpa com as gestões passadas.

    "Eu fiz um parcelamento. Estive com os prefeitos e o lado bom é que as medidas que nós adotamos nos permitiram chegar no período mais crítico, que é exatamente esse mês de agosto. É um atraso que é bom lembrar: ainda veio lá de quando eu assumi. Em 2015, quando assumi, fiz um parcelamento em 24 vezes e em razão das dificuldades financeiras teve momentos que a gente não conseguiu pagar", falou o petista.

    A fala de Wellington destoa dos relatos dos prefeitos. Eles afirmam que há quase três anos estão sem receber os repasses e que parcelamentos feitos não foram cumpridos. Segundo a APPM, a dívida do Estado com o cofinanciamento da saúde dos municípios chega aos R$ 120 milhões. Só na capital Teresina, o valor devido beira os R$ 30 milhões.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 21 de agosto de 2019, às 13:58h

    Wellington falou sobre cassação de colega (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Dois dias após ser cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, o governador Belivaldo Chagas (PSD) veio a Teresina nesta quarta-feira (21) para o encontro de governadores do Consócio Nordeste. Ao falar da presença do colega, o governador do Piauí Wellington Dias (PT) disse que estranhou a decisão da Justiça Eleitoral sergipana de cassar o gestor.

    "Ele vai comparecer [ao encontro]. Primeiro porque é uma decisão que cabe recurso. Todos nós estranhamos, até porque há uma jurisprudência na instância superior. Claro que aí agora são os advogados que vão cuidar, mas ontem mesmo [na terça] ele participou, tanto ele como a vice-governadora Eliane, em São Paulo e em Brasília, das atividades. Os dois bastante seguros de que há uma base legal que lhes permite não só a manutenção do cargo, mas a segurança de que vencerão na outra instância", falou Wellington Dias.

    Belivaldo Chagas teve mandato cassado (Foto: Reprodução/Facebook Belivaldo)

    CASSADO POR 6 VOTOS A 1
    Belivaldo Chagas e a vice Eliane Aquino foram cassados por abuso de poder político ao usarem de forma ilegal a máquina do Estado para vencer as eleições de 2018. O Ministério Público Eleitoral de Sergipe acusa o governador de utilizar a propaganda institucional do Governo do Estado para promover a própria imagem, o que beneficiou a candidatura dele.

    Investigações apontaram ainda que Belivaldo assinou dezenas de ordens de serviços em solenidades em diversos municípios sergipanos. Em muitos casos, os processos licitatórios não estavam concluídos. Em levantamento no Diário Oficial do Estado, ficou comprovado que as ordens de serviço eram emitidas antes da assinatura e da publicação dos contratos.

    A cassação foi determinada por 6 votos a 1 no TRE-SE, mas o gestor poderá recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, enquanto isso, tem o direito de permanecer no cargo. Se o TSE confirmar a cassação, novas eleições serão feitas no Estado.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • quarta, 21 de agosto de 2019, às 6:50h

    Deputada quer detalhes sobre transferências (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa inicia nesta quarta-feira (21) mais uma série de visitas a hospitais regionais do Piauí. De hoje até sexta (23), os deputados estaduais que integram a comissão vão visitar os hospitais regionais das cidades de São João do Piauí, Simplício Mendes, São Raimundo Nonato e Uruçuí.

    A presidente da Comissão de Saúde, deputada Teresa Britto (PV), adianta que tem informações preocupantes sobre a maioria das unidades de saúde que serão visitadas. Um dos pontos que ela quer saber é sobre um episódio chocante que aconteceu no dia 22 de julho, quando gestantes em trabalho de parto foram transferidas a noite, algumas em táxis, do hospital de São Raimundo Nonato para a cidade de Floriano, um trajeto superior a 250 km.

    Teresa afirma que vai buscar informações de como foi o desfecho da história, como estão as mães e os bebês. Na ocasião, a direção do hospital disse que, embora algumas gestantes tenham sido colocadas em colchões improvisados dentro de táxis, os protocolos técnicos e de segurança foram cumpridos. Dias depois, a versão foi veementemente contestada pela conselheira federal de medicina Lia Damásio, que condenou esse tipo de transferência.

    Deputado desanimou prefeitos piauienses (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    CALOTE
    O deputado estadual e ex-secretário de saúde do Piauí, Francisco Costa (PT), participou ontem (20) de reunião com prefeitos na APPM. Os gestores querem ajuda da Assembleia para sensibilizar o governador Wellington Dias (PT) a pagar a dívida milionária do Estado com os municípios, referente a três anos de atrasos nos repasses do cofinanciamento da saúde.

    CALOTE 2
    Ao discursar, Francisco Costa desanimou os gestores. Disse que o Estado dificilmente vai pagar a dívida por que não tem dinheiro. Mas ele foi além: falou que é preciso rediscutir o valor do cofinancimento, já que, se ficar do jeito que está hoje, o Estado deverá continuar sem pagar e os gestores vão viver sempre na falsa expectativa de receber a verba.

    CALOTE 3
    Vale lembrar que o valor mensal do repasse para alguns pequenos municípios não chega a R$ 10 mil. O Estado já não paga essa mixaria e Costa ainda propõe rediscutir os valores.

    Ciro Nogueira com o ministro da Casa Civil da Presidência (Foto: Reprodução/Facebook)

    COM DOIS MINISTROS
    O senador Ciro Nogueira (Progressistas) se reuniu ontem terça-feira (20) com o ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Segundo o senador, o encontro foi muito proveitoso e foram tratados assuntos de interesse do Piauí. Antes, Ciro esteve no ministério do Desenvolvimento Regional com o ministro Gustavo Canuto, onde pediu agilidade na realização das obras nas barragens do Emparedado, em Campo Maior, e do Bezerro, em José de Freitas.

    DATA MARCADA
    O ex-deputado estadual Dr. Pessoa vai se filiar ao MDB na quinta-feira (22). O evento está previsto para começar às 9h no Cine Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí. A turma ligada ao deputado estadual Themístocles Filho (MDB) já está espalhando os convites pela cidade. Pela arte visual dos convites, a filiação do doutor tem pompa é de convenção.

    ABUSO DE CORRUPÇÃO
    Fazendo alusão ao polêmico projeto de lei do Abuso de Autoridade aprovado na Câmara dos Deputados, o ex-deputado estadual Robert Rios Magalhães postou ontem (20) nas redes sociais que o Brasil precisa, de fato, de uma lei de abuso de autoridade. E a justificativa dele é simples: no país, os políticos abusam da prática da corrupção.

    O músico Raul Seixas, que morreu em 1989 (Foto: Divulgação/Ivan Cardoso)

    MALUCO BELEZA
    Nesta quarta-feira (21), completa 30 anos da morte do cantor, compositor e produtor Raul Seixas. Um anos antes, ao ser entrevistado por uma repórter na Bahia, o cantor disse que estava achando a política brasileira uma m****. Passadas três décadas, talvez Raul dissesse exatamente a mesma coisa agora em 2019. Se vivo fosse, ele teria hoje 74 anos.

    TRABALHO SOCIAL
    Sem mandato, o ex-deputado estadual Henrique Rebêllo contou à coluna que está vivendo uma excelente fase com as atividades da Fundação Valter Alencar, entidade criada por ele há 27 anos. Em 2019, a instituição expandiu seus trabalhos, inaugurou uma clínica médica e segue distribuindo bolsas de estudo para centenas de crianças, jovens e adultos.

    CANDIDATURA
    Comemorando a boa fase, Henrique conta que ainda está decidindo se vai disputar um mandato de vereador em Teresina no próximo ano. O Solidariedade, partido comandado no Piauí pelo deputado estadual Evaldo Gomes e ao qual Henrique é filiado desde o início do ano, trata-se ele como um dos seus pré-candidatos a vereador na capital.

    Flávio Nogueira propôs homenagem à Parnaíba (Foto: Divulgação/Assessoria)

    HOMENAGEM
    A Câmara dos Deputados realiza nesta quarta-feira (21) em Brasília sessão solene em homenagem aos 175 anos de Parnaíba. Deputados federais, senadores e o prefeito Mão Santa vão participar da solenidade. A sessão foi proposta pelo deputado federal Flávio Nogueira (PDT), que justificou o pedido pela importância de ser a segunda cidade mais populosa do Piauí e o principal município litorâneo, recebendo milhares de turistas.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados
  • terça, 20 de agosto de 2019, às 16:05h

    Deputado defende que rede seja rediscutida (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

    Imagine um campo de futebol sem uma das traves e sem um dos banco de reservas. O mais ideal seria colocar a trave e construir o banco de reservas que falta para proporcionar que todos possam usá-lo devidamente. Mas nem todos pensam assim, pois há quem entenda que o melhor é não considerá-lo como de campo de futebol e acabar logo com ele.

    O exemplo é para você compreender uma fala do ex-secretário de saúde do Piauí e atual deputado estadual Francisco Costa (PT). Durante reunião nesta terça-feira (20) na Associação Piauiense de Municípios (APPM), ele disse que o Piauí tem hospitais de pequeno porte em excesso e que o ideal é que muitas dessas unidades de saúde deixem de existir, uma vez que suas estruturas são precárias e não atendem a contento a população piauiense.

    "Não se justifica ter o tanto de hospital que nós temos. É por isso que eu digo: tem que meter o dedo na ferida. Qual é a rede hospitalar que nós precisamos? Precisamos definir e concentrar esforços, seja na rede direta do Estado, seja nos municípios. O que é realmente é um hospital? Não adianta você ter uma estrutura que tem o nome de hospital, mas não tem médico 24 horas, não tem laboratório 24 horas, que não tem raio X e onde você não tem capacidade de fazer diagnóstico. Então você não trata paciente", falou.

    Para Francisco Costa, é preciso rediscutir a rede hospitalar do Piauí e definir o que deve continuar sendo hospital. "Eu falo por conhecimento de causa. Tem muitos hospitais que não fazem papel de hospital. Então a gente tem que ter um diálogo mais franco, rediscutir a rede no Piauí e dizer o que é que vai ser hospital e quanto precisa para mantê-los", falou.

    Prefeitos pedem ajuda para receber verba atrasada (Foto:Jailson Soares/PoliticaDinamica)

    ANÚNCIO DO CALOTE
    A afirmação de Francisco Costa foi feita diante de prefeitos que resolveram pedir ajuda à Assembleia Legislativa do Piauí, através da APPM, para que o governador Wellington Dias (PT) pague a dívida milionária referente a três anos de atrasos no cofinanciamneto da saúde.

    Na reunião, Francisco Costa adiantou aos gestores municipais que o governo dificilmente vai pagar a dívida acumulada porque não tem dinheiro. Ele, que é medico e já foi prefeito de São Francisco do Piauí, ainda defendeu que o valor mensal do cofinanciamento seja revisto para que os prefeitos não convivam com a falsa expectativa de receber a verba.

    • Casa do Carneiro - Rações e Derivados


voltar para 'Política Dinâmica'