Selo

00:00
Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
O QUE ESCONDE A DISPUTA FIRMINO X WELLINGTON NA CÂMARA

MUITO ALÉM DA FALTA DE PROJETOS PARA APRESENTAR, DISCUSSÃO NA CASA APRESENTA SINAIS SOBRE OS PLANOS DO TUCANO PARA 2018

09/08/2017 13:15 - Atualizado em 09/08/2017 13:32

Vereadores travam disputa WellingtonXFirmino na Câmara (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Quem acompanha as sessões na Câmara de Vereadores de Teresina tem se deparado com uma verdadeira disputa eleitoral entre os partidários do governador Wellington Dias (PT) e do prefeito Firmino Filho (PSDB). As discussões sobre qual dos dois faz a melhor gestão representam a falta de projetos e matérias dos parlamentares de Teresina para a capital, mas o caso não se limita a isso.

A insistência dos vereadores ligados ao prefeito em criticar o governo de Wellington Dias chama atenção e deixa dúvidas sobre o papel que o prefeito deve assumir em 2018. O petista e o tucano são de partidos opostos, mas possuem uma boa relação administrativa e também política. Há quem aposte que Firmino deve apoiar a reeleição de Wellington mesmo de forma velada.

Mas por que tantos vereadores ligados diretamente ao prefeito passam as sessões na Casa criticando o governador em vez de apresentar projetos? A possibilidade de Firmino Filho ser candidato a governador não é totalmente descartada pelos aliados do tucano.

Volta a ganhar força na oposição a tese de que ele seria o único nome capaz de concorrer diretamente contra Wellington em 2018. Os atritos do PP do senador Ciro Nogueira com lideranças petistas como o deputado Assis Carvalho, presidente estadual da sigla, voltam a ameaçar a relação entre os dois partidos.

Firmino poderia ter o apoio de Ciro. Há quem duvide da saída de Ciro da base. “Ele não teria ajudado Wellington a liberar o dinheiro do empréstimo se fosse pular fora”, diz um deputado aliado.

O prefeito também poderia contar com o apoio do PMDB. A direção nacional do partido não quer a aliança da sigla com Wellington Dias. Hoje o PMDB tem a vice-prefeitura com Luiz Júnior. O presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho, diz que vai com o petista de qualquer jeito.

São muitas as possibilidades para 2018. Firmino poderia até mesmo disputar uma vaga de senador. O cenário ainda é indefinido e nenhuma alternativa pode ser descartada. Mas é difícil acreditar que as constantes críticas de aliados de Firmino a Wellington sejam apenas incompetência parlamentar e falta de projetos para apresentar. 

Comente!
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
VEREADORES CERCAM PRIMEIRA-DAMA NA CÂMARA
VEREADORES CERCAM PRIMEIRA-DAMA NA CÂMARA
REJEIÇÃO
“CÂMARA FOI DESELEGANTE E INJUSTA COM DÓRIA”, CRITICA FIRMINO FILHO
“CÂMARA FOI DESELEGANTE E INJUSTA COM DÓRIA”, CRITICA FIRMINO FILHO
ELEIÇÕES 2018
APOIO DE PREFEITOS FAZ WELLINGTON COLAR EM CIRO
APOIO DE PREFEITOS FAZ WELLINGTON COLAR EM CIRO
TECNOLOGIA
FESTIVAL DE TRAPALHADAS
FESTIVAL DE TRAPALHADAS