Selo

00:00
Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
CRISE ECONÔMICA
“COMBATE À CORRUPÇÃO NÃO PODE DESTRUIR O BRASIL”, DIZ WELLINGTON

GOVERNADOR AFIRMA QUE A CRISE POLÍTICA TEM AFETADO A ECONOMIA E RECLAMA QUE O PIAUÍ TEM € 150 MILHÕES DE EUROS TRAVADOS PELO GOVERNO TEMER

29/05/2017 10:13

Governador Wellington Dias diz que combate a corrupção não pode parar o Brasil (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

O governador Wellington Dias (PT) participa do Fórum dos Governadores que será realizado, em Brasília, nesta terça-feira (30). A pauta principal do encontro será a dificuldade dos estados em conseguirem a liberação de empréstimos. Diante da crise que o país vive, o governo Temer tem travado a liberação das operações de crédito.

No caso do Piauí, o governador afirma que o estado corre o risco de perder € 150 milhões de euros. O empréstimo foi conseguido junto ao banco KFW e seria aplicado em obras de saneamento básico. Por falta de aval do Governo Federal, o estado não tem acesso ao recurso.

“A confiança do mundo no Brasil caiu. A instabilidade política coloca o país em uma situação de risco elevado. Isso faz com que os credores tirem proveito disso cobrando taxas de juros elevadas. Isso é ruim para o país. O Piauí acabou de celebrar um entendimento com o Banco KFW em um empréstimo para saneamento no valor de €150 milhões de euros. O governo brasileiro por medida meramente burocrática resolveu não liberar o aval. É empréstimo do exterior que depende do aval do governo. É preciso retirar essa barreira resolvendo não só o problemas do Piauí, mas de todos os estados. Essa reunião é para destravar o Brasil e para que o dinheiro volte a circular na economia”, afirmou.

LAVA JATO

Wellington Dias criticou o que chamou de paralisação do país devido as denúncias contra o presidente Michel Temer (PMDB). Ele afirma que as investigações de corrupção não podem “destruir o país”.

Segundo ele, o Congresso Nacional precisa voltar a discutir e aprovar os projetos que são de interesse do país. “Não é razoável que vários estados - com condições de ter crédito, que contribuem para investimentos de interesse da população, de interesse do Brasil, que também geram emprego e renda - fiquem privados de recursos por uma medida burocrática. É preciso que os governadores conversem com o Congresso e com o Supremo para aprovação das matérias importantes. É claro que todos querem combater a corrupção, mas tem que agir na forma da lei. Não se pode é transformar o processo de combate a corrupção em um instrumento de destruição do país. É preciso cumprir a legislação e a Constituição”, defendeu.

Comente!
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“POLÍTICO CORRUPTO REFLETE O ELEITOR QUE SOMOS”, DIZ JOAQUIM SANTANA
“POLÍTICO CORRUPTO REFLETE O ELEITOR QUE SOMOS”, DIZ JOAQUIM SANTANA
ESTRANHA NO NINHO
CADÊ OS VEREADORES DO PT?
CADÊ OS VEREADORES DO PT?
NOVO PARTIDO
REGINA NEGA CRISE NO PT E FALA EM FOFOCA
REGINA NEGA CRISE NO PT E FALA EM FOFOCA
DIREITOS POLÍTICOS
FIRMINO DIZ QUE DECISÃO DE JUIZ É “FRÁGIL”
FIRMINO DIZ QUE DECISÃO DE JUIZ É “FRÁGIL”