Selo

00:00
Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
PERSEGUIÇÃO
JOÃO DE DEUS DEFENDE GOVERNO DAS ACUSAÇÕES DE ROBERT

LÍDER DA OPOSIÇÃO DENÚNCIA SER VÍTIMA DE ARMAÇÃO SUPOSTAMENTE FEITA COM O CONSENTIMENTO DO GOVERNO DE WELLINGTON DIAS

09/06/2017 10:11 - Atualizado em 09/06/2017 10:35

João de Deus defende Governo e diz que Wellington não compactua com práticas de tortura e perseguição (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

O líder do Governo, deputado João de Deus (PT), defendeu o Governo de Wellington Dias (PT) das acusações de perseguição ao líder da oposição, deputado Robert Rios (PDT). Ele nega que ocorra apoio à tortura na atual gestão.

Robert Rios usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado para denunciar que vem sendo vítima de “armação”  que seria supostamente realizada pelo Governo petista. Robert afirma que um preso acusado de fraudar o concurso da PM, realizado em 2012, foi tortura para envolver o nome do parlamentar na fraude.

João de Deus negou que o governador Wellington Dias apoie determinada prática. “Não conversei com o secretário de Segurança, nem com delegado geral sobre esse inquérito, mas tenho curiosidade de conhecer melhor, para saber o que está posto e evitar fazer juízo de valor em cima de especulações das reações que são dadas pela imprensa. Não quero isso para mim, não quero que nenhuma pessoa, coisas como a plantação de notícia e a pressão psicológica”, afirmou.

João de Deus confirmou a realização da reunião com a Comunicação do Governo, mas negou que se tratasse de uma discussão sobre preparar um ataque contra Robert Rios. “Seria muito pobre convocar uma reunião da Comunicação do Governo do Estado para discutir a reação ao discurso da oposição, para rebater Robert Rios. A reunião aconteceu mais para discutir outros assuntos de interesses. Aqui nesta Casa nós travamos o bom combate e vamos continuar com essa postura. Participei da reunião para conhecer a realidade e conhecer os números da administração até para trazer essa realidade aqui para esta Casa, para fazer o contraponto, como por exemplo quantos concursos públicos nós realizamos desde o primeiro governo do Wellington Dias. Se não quero para mim, eu não quero para os outros", declarou.
O líder se disse solidário a denúncia apresentada por Robert e se comprometeu em buscar informações junto ao Governo. "Sou solidário a sua preocupação. Vou procurar mais informações junto ao governo. Pedir ao gabinete de vossa excelência, se possível, para que seja encaminhado cópia desses documentos, dessa denúncia, ao próprio governador Wellington Dias para que ele tome conhecimento e adote as providências necessárias para apuração dos fatos, inclusive acionando as Corregedorias da Polícia Civil e Polícia Militar para apurar as responsabilidades”, comentou.

Comente!
Notícias relacionadas
DIREITOS POLÍTICOS
FIRMINO DIZ QUE DECISÃO DE JUIZ É “FRÁGIL”
FIRMINO DIZ QUE DECISÃO DE JUIZ É “FRÁGIL”
INVESTIGAÇÃO
CLEANDRO DETERMINA INVESTIGAÇÃO SOBRE GRAMPOS; LEIA NOTAS
CLEANDRO DETERMINA INVESTIGAÇÃO SOBRE GRAMPOS; LEIA NOTAS
ALIADOS
WELLINGTON REÚNE CHAPA DE 2018
WELLINGTON REÚNE CHAPA DE 2018
ELEIÇÕES 2018
THEMÍSTOCLES “SEGURA” O PMDB AO LADO DE WELLINGTON
THEMÍSTOCLES “SEGURA” O PMDB AO LADO DE WELLINGTON